sábado, 20 de setembro de 2008

Lançamento: Tube 4/5


Lançamento da Nautika. Tube 4/5. Apesar de todas as amarrações para sustentação, não espere estabilidade durante um tempo ruim. Eu não gosto, muito grande e pesada, prefiro comprar duas barracas menores do que uma grande, mas fica a dica para quem gosta.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Adventure Sports Fair! (parte III)

Minha ida a feira foi por si só uma aventura. Mesmo morando encostado com a capital demorei quase três horas para chegar ao local da feira. Culpa do transporte urbano que tanto demora hoje em dia. Cheguei a Adventure por volta das 15h00. O local ja tinha bastante gente circulando pelos grandes corredores da feira. Passei quase três horas caminhando pela feira, conhecendo um pouco de cada espaço, e mais algum tempo admirando cada detalhe, principalmente as grandes atrações que a feira proporciona. O que mais me chamou a atenção foi a montagem de um mini simulador de ambiente "polar" (uma sala vedada, com dois grandes aparelhos de refrigeração e muitas pedras de gelo para as pessoas andarem, simulando um caminhada sobre o gelo). Outro destaque foi a montagem de dois tanques de agua, um para mergulho e outro para a canoagem. Me impressionou tb a estrutura da Fiat na feira. Para a exposição de alguns modelos fez uma enorme pista com obstáculos, a fila para quem quisesse se aventurar era extensa. Fiquei algum
tempo também na fila para uma espécie de simulador do Greenpeace, onde caminhávamos por um tubo conhecendo um pouco mais da poluição dos oceanos e alguns de seus problemas.
As seis da tarde sai de SP, destino Jundiaí, por pouco não tomo uma bela chuva na caminhada até o metro. Cheguei de volta quase nove da noite, morto de cansaço, com a sensação de que valeu a pena ter visitado a feira, mas sem grande surpresas. Muitas empresas que não tinham nada a ver com o ramo da feira (cosméticos, massagens, alimentos) estavam presentes e para minha surpresa faziam sucesso entre os visitantes. Os organizadores vendem espaços na feira, e quando todos os espaços não são preenchidos começa uma procura por empresas que querem demonstrar seu produto a um grande numero de pessoas em poucos dias, assim todos os espaços são vendido sem critério algum. Uma pena.

Campismo. Esteve presente com as mais tradicionais empresas do setor, o estande montado pela revista campismo em conjunto com outras marcas foi bem frequentando. Noticias que o setor vem crescendo não são novidades para quem acompanha isso mais de perto. A Camping's Word chamou a atenção de muita gente na feira, e eu ja começo a me interessar por esta modalidade.
Esperava que a Trilha e Rumos, com um linha de barracas antiga lançasse algo de novo, esperava isso também da Nautika, o que não aconteceu. Houve apenas demonstrações dos produtos da marca. Marcas tradicionais como a Decatlhon não marcaram presença, outra surpresa negativa.

Quem não foi se arrependeu, quem foi esperava mais. Espero novidades do campismo todos os dias, acho que por isso fiquei um pouco decepcionado. O mais importante de tudo isso foi estar presente na feira e conseguir passar toda a minha impressão do que foi a Adventure Sports Fair.

Obrigado a todos.

Um abraço.

terça-feira, 9 de setembro de 2008

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Adventure Sports Fair!


Sábado estive em SP para mais um edição da Adventure Sports Fair, a maior feira de turismo e esportes de aventura do Brasil. Muita coisa para contar aqui no blog, aos poucos vamos fazendo um relatório de tudo.

A feira se mostrou como sendo a maior do Brasil nesse ramo. Iinfelizmente o segmento de feiras no Brasil se tornou muito comercial e isso estraga um pouco das feiras, não só da Adventure, como de todas elas, seja qual o ramo, mas isso é outro assunto...

A Adventure é muito grande, um pavilhão enorme trazia diversos estandes com os mais variados assuntos e empresas. Desde cidades e paises que promovem o ecoturismo até tanques de mergulhos e um mini sala climatizada para simulação de alpinismo.
Fora do pavilhão havia a área de esportes onde empresas como a Fiat e Honda montaram pistas de treinamento para divulgarem suas marcas e modelos. Essa área foi usada também para a pratica do arborismo e escaladas maiores.

Posso dizer que certa forma esperava mais da feira, principalmente da área de campismo, que estava muito fraca, tirando algumas barracas da Nautika espalhadas e um estande da Trilhas e Rumos não havia mais nada. Eu que esperava grandes lançamentos e inovações na feira fiquei decepcionado. O maior estande de campismo era composto em com junto por Nautika, CampingsWord, Motor Trailer, Associação Paulista de Campismo, que também divulgavam alguns camping do estado. Para dizer a verdade só fiquei sabendo que o estande era da Nautika qdo vi em uma planta a descrição do estande. Paralelamente a isso me interessava a divulgação de cidades como Brotas, com uma bom trabalho na feira e Socorro, considerada capital dos esportes radicias. Essas cidades trouxeram inúmeras opções de campings e hospedagens para os visitantes.

Outras áreas estiveram presentes na feira como o surf, canoagem e também o mergulho. A responsabilidade ambiental foi altamente citada na feira pelo Greenpeace, WWF e projeto Tamar

Aos poucos vou colocando tudo que vi na feira e me impressionou aqui no blog, inclusive algumas fotos que tirei.Um abraço.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Encontro Brasileiro de Campismo na Adventure Sports Fair

Será realizado paralelamente a Adventure Sports Fair o Encontro Brasileiro de Campismo, com o objetivo de incentivar a prática do campismo em todo o território nacional por intermédio da formulação de ações conjuntas entre os agentes do setor (Fabricantes, Campings, Revendas, Prestadores de Serviço, Agências e Profissionais) e de palestras que mostrem ao visitante o atual momento do setor, sua maturidade e desenvolvimento, no campo tecnológico e na excelência na prestação de serviços.

O encontro é uma promoção da Abracamping (Associação Brasileira de Campismo) e da APC (Associação Paulista de Campismo) em parceria com a Adventure Sports Fair.